buscar

7 técnicas para aumentar a conversão das lojas

Atualizado em: 22/10/2018

Levar os clientes para as lojas é apenas uma parte da missão de vendas do varejo. Uma vez que o consumidor se interesse pelo produto ou serviço que você está vendendo, é preciso converter a visita em uma compra. Se atrair o cliente para a loja pode ser comparado com colocar a bola na marca do pênalti, converter a visita em vendas é marcar o gol.

É por isso que os gestores do varejo devem dar atenção ao índice de conversão de suas lojas. Não adianta ter uma loja movimentada que não vende. Existem diversas maneiras de aumentar a conversão da loja. Confira sete táticas que podem ser aplicadas ao seu negócio para ampliar suas vendas:

 

Perceba o cliente

Ninguém gosta de ser ignorado. Essa é, por sinal, uma forma perfeita para fazer com que o cliente vá embora sem comprar nada. Assim, mesmo que a loja esteja cheia, faça com que o cliente perceba que você o notou e já irá atendê-lo. Um sorriso, mais um “já vou te atender”, aumenta a disposição do cliente em esperar.

 

Cada venda é única

Faça com que o cliente sinta que é especial. Para você, aquela venda pode ser apenas mais uma no dia, mas para o consumidor pode ser a realização de um desejo. Por isso, dê significado à experiência de compra: demonstre interesse no cliente e procure gerar empatia.

 

Trabalhe a retenção do cliente

Diversos estudos mostram que é mais difícil (e caro) fazer um cliente comprar pela primeira vez do que fazer com que ele repita a compra. Por isso, dê atenção à retenção do público. Mantenha a comunicação com o cliente entre uma compra e outra, enviando e-mails promocionais, falando pelo WhatsApp e encontrando formas criativas de manter viva a boa lembrança da última compra.

 

Resolva o problema do cliente

Toda venda pode ser entendida como uma maneira de resolver um problema do cliente. A consumidora não quer comprar uma maquiagem: ela quer ficar mais bonita. Ninguém quer comprar uma lata de tinta: o que se deseja é a casa com cara de nova. Compreender as necessidades do cliente e o que o levou à loja permite entender as expectativas do público e eventualmente ir além do pedido inicial, identificando outros produtos que possam ser vendidos junto com aquele desejado.

 

Use as informações disponíveis

Quanto mais informações você tiver sobre seu cliente e seu perfil de consumo, maior a possibilidade de efetivar uma compra. Esse conceito pode ser aplicado de muitas maneiras diferentes. Sabendo que clientes com o mesmo perfil já compraram um determinado produto, pode ser uma boa ideia promover esse item para o consumidor que acabou de entrar. Sabendo que quem recebe o voucher de uma campanha costuma se interessar por outros produtos e serviços, é possível aumentar a conversão com base nesses itens. O cliente deixa uma “pegada” ao se relacionar com a loja: é preciso enxergar e aproveitar.

 

Receba bem os “nãos”

Trabalhar com vendas é saber trabalhar com o fracasso. Muitas pessoas não enxergarão o valor do seu produto ou simplesmente não estarão no momento de fechar a compra. Quanto antes você e sua equipe entenderem que o “não” às vezes significa um “estou em dúvida”, mais cedo poderão melhorar a qualidade do atendimento e criar estratégias para contornar as objeções. Entender o que de fato impede o cliente de comprar é fundamental para aumentar a conversão.

 

Aprenda sempre

Cada atendimento é uma oportunidade para refletir sobre o que poderia ter sido feito melhor. Mesmo uma venda fechada pode trazer pontos de melhoria. Então esteja atento (e faça sua equipe estar atenta) e perceba, por exemplo, quais argumentos funcionaram bem, quais precisam ser trabalhados melhor e que perguntas poderiam ser feitas ao cliente para facilitar a venda. Cada contato com o cliente representa uma chance de melhorar a técnica de vendas.