buscar

Como usar tecnologia para aumentar as vendas de sua loja

Atualizado em: 25/02/2019

 

 

Os hábitos de compra da população têm sido orientados pelas mudanças na forma de se comunicar e realizar transações. A facilidade em pesquisar produtos, obter avaliações, conhecer concorrentes, tomar consciência da reputação das marcas e efetuar pagamentos tornam o consumidor mais crítico na hora de fechar negócio. Já os varejistas lançam mão de suas técnicas e recursos, numa corrida para conquistar vendas e tentar fidelizar um público cada vez menos fiel.

Para auxiliar nesse processo, a tecnologia pode ser um diferencial. Em tempos da busca de uma experiência de compra memorável, a tecnologia é suporte essencial para um atendimento mais personalizado, desenvolvimento de estratégias mais atrativas e para subsidiar informações para melhorar o desempenho dos vendedores, entre outras vantagens. Embora muitos varejistas tenham absorvido essa importância, muitos ainda não implementaram ferramentas, nem iniciaram a cultura de inovação em seus negócios.

Em alguns casos, os empresários ficam sem saber como começar, ao mesmo tempo em que se sentem inseguros em investir sem saber onde realmente seria necessário aplicar tecnologia. Aqui, reunimos algumas tecnologias já utilizadas no setor de varejo com bastante sucesso.

 

Tudo começa com o CRM (Customer Relationship Management)

Ter um sistema de Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM) garantirá uma avaliação mais precisa do tipo de cliente com quem você lida. Em linhas gerais, é possível obter dados sobre sua recorrência na loja, valor médio de compra, preferências, além das informações cadastrais, que podem ser utilizadas para estreitar relacionamento com a loja – conforme o consentimento do consumidor.

 

RFID (Radio-Frequency Identification)

A Identificação por Rádio frequência (RFID) é utilizada em escala cada vez maior na logística do varejo, trazendo grande benefício para as marcas. Trata-se de um transponder que responde a uma base de radiotransmissora, que pode estar ligada a um sistema de gestão. Com ele, fica muito mais simples fazer o controle dos estoques, controlar inventários e gerenciar a saída de produtos. Diante desses dados, as reposições e novas compras ficam muito mais otimizadas e precisas, evitando prejuízos.

 

Inteligência de Merchandising

Hoje já existe tecnologia para realizar a contagem de clientes que passam em frente a loja, quantos entram e como é sua expressão facial na hora de comprar e pagar. Isso permite escalar corretamente os funcionários para momentos de pico, permitindo que todos sejam atendidos com agilidade. Já os Mapas de Calor mostram as áreas mais visitadas da loja, permitindo obter as taxas de conversão por meio do cruzamento dos dados de vendas. Essas informações permitem desenvolver estratégias consistentes de organização e vendas.

 

Usar tecnologias já consolidadas no mercado traz mais segurança para quem está entrando nesse mundo agora. É sempre bom analisar o que faz sentido para o tamanho do negócio e a capacidade de investimento naquele momento. O que não se pode fazer é ficar parado no tempo, pois a evolução tecnológica no comércio é uma realidade que só tende a avançar.