buscar

Com o uso de containers, Forever 21 adota solução rápida e sustentável em construção

Atualizado em: 01/09/2016

Utilizado intensamente para transporte de cargas, um container tem uma vida útil de cerca de 20 anos. Nesse período, roda o mundo, recebe todo tipo de produto e é submetido às mais extremas condições climáticas. Ao se aposentar, porém, essa estrutura de ferro, que normalmente mede 2,44m de largura, 12,2m de comprimento e 2,89m de altura, pode ganhar uma nova vida em uma série de aplicações. Algumas delas ainda de certa forma desconhecidas do mercado.
 
Uma das mais impressionantes “vidas novas” de containers pode ser vista no Outlet Premium São Paulo, empreendimento da General Shopping Brasil no interior de São Paulo: a loja da Forever 21 no shopping, com 1500 metros quadrados de área, conta com 300 metros quadrados de mezanino formados por containers reutilizados. “Utilizamos os containers para oferecer estrutura e fechamento à loja, o que reduziu os custos e o prazo de construção da loja”, afirma Felipe Zenezi, arquiteto da Lopes Dias, empresa responsável pelo projeto do ponto de venda, o primeiro da Forever 21 em um outlet no Brasil, inaugurado em junho do ano passado.
 
Um dos aspectos mais interessantes do uso de containers para a construção é sua flexibilidade. “Podemos montar e desmontar rapidamente, ou utilizá-los de forma permanente, como um elemento diferente da construção que também é sustentável”, comenta o arquiteto. Trata-se de uma alternativa ecologicamente correta para construções que ainda torna a montagem da loja mais rápida e economicamente viável.
 
Zenezi conta que o projeto da loja da Forever 21 no Outlet Premium SP utiliza um sistema misto, com uma cobertura autoportante (qualquer estrutura cuja estabilidade é assegurada com o apoio em uma única extremidade) junto aos containers para diminuir a quantidade de pilares de sustentação necessários na loja. “Isso melhora a utilização do espaço interno da loja e flexibiliza o layout do ponto de venda”, explica. Demonstrando a flexibilidade desse tipo de sistema, os containers ganharam proteção térmica e acústica e ar condicionado. “Originalmente o projeto aproveitava a ventilação natural, caso a loja decidisse não contar com ar condicionado. A construção em container é altamente adaptável às necessidades do projeto, o que é excelente para o varejo, que pode precisar modificar sua estrutura rapidamente de acordo com a coleção de produtos ou o momento do mercado”, avalia.
 
Esse foi o primeiro projeto executado pela Lopes Dias envolvendo containers, o que exigiu adquirir novos conhecimentos. “Tivemos, por exemplo, que realizar o rastreamento da vida dos containers desde sua seleção, pois não poderíamos usar nenhum que tivesse recebido produtos tóxicos. Também acompanhamos todas as etapas de transporte, tratamento dos containers e instalação no PDV”, conta Zenezi. Foi preciso mostrar para o varejista todas as vantagens da utilização dos containers, até que o projeto fosse aprovado. “Chegamos a orçar a construção pela estrutura convencional, que ficaria mais cara, e mostramos, com desenhos e números, que era possível implementar o layout da loja no espaço que estávamos projetando”, lembra.
 
No fim, a primeira loja da Forever 21 em um outlet foi inovadora não apenas pela chegada da icônica marca ao empreendimento, mas também pelo seu projeto. “Cumprimos o orçamento e os prazos de entrega com uma loja atraente, bonita e mais sustentável, que combina muito bem com o posicionamento jovem e inovador da marca”, conclui o arquiteto.