buscar

Com ações de fim de ano, shoppings engajam os clientes

Atualizado em: 17/12/2018

 

 

 

As projeções de vendas para o Natal indicam estabilidade para 2018 em relação a 2017. Segundo pesquisa realizada, em todas as capitais brasileiras, pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a expectativa é que R$ 53,5 bilhões sejam injetados na economia durante esse período. Nessa conta, estarão cerca de 110,1 milhões de consumidores com intenções de presentear alguém no Natal, desembolsando, em média, R$ 116 por presente. Com números tão significativos, os shopping centers da General Shopping e Outlets planejaram uma série de ações para atrair o público.

Uma das ações de marketing mais tradicionais nesta época do ano é a chegada do Papai Noel, que permite intervenções simples ou mais sofisticadas. O Parque Shopping Sulacap, por exemplo, coordenou uma série de atividades nessa ação: o Papai Noel percorreu as ruas do entorno num carro do tipo Jeep Safari, anunciando sua chegada ao shopping; houve um desfile natalino e atividades infantis monitoradas gratuitas estão sendo realizadas para aproveitar o momento e gerar mais fluxo. Outra ação relevante foi a inclusão de cenários de Natal para fotografia, distribuídos em diversos pontos do empreendimento, para gerar engajamento e divulgação espontânea nas redes sociais.

A distribuição de brindes e a realização de sorteios* também costumam gerar muito interesse e fidelização por parte dos frequentadores. Isso ocorre porque, geralmente, esse tipo de estratégia fica condicionada a um determinado valor de compra dentro de um período especificado, estimulando assim o retorno do cliente. Para se obter mais sucesso, analisar o perfil de promoção para o público do entorno é fundamental.

O Cascavel JL Shopping está promovendo o sorteio* de um automóvel Fiat Cronos por meio de cupons. A regra geral é que cada R$ 150 em compras dão direito a um cupom para concorrer. Esse tipo de estratégia gera um relacionamento a longo prazo, pois o sorteio acaba acontecendo no final do período de vendas. O Suzano Shopping, por sua vez, está sorteando duas viagens para Las Vegas, com um cupom para o sorteio a cada R$ 350 em compras, além de oferecer um par de brincos Swarowski como brinde.

Uma ação mais focada no médio e curto prazo é a distribuição de brindes*, que tornam a troca um objetivo tangível e palpável. No Parque Shopping Barueri, R$ 280 em compras na campanha “Nasce a Magia” dão direito a um Mini-Panetone Bauducco. Nesse caso, o produto vem em vários modelos de latas decoradas colecionáveis, agregando valor ao brinde e estimulando o cliente a obter a coleção completa. Outro empreendimento que optou por item colecionável foi o Shopping Bonsucesso, em que o cliente leva uma peça de jogo americano a cada R$ 250 em compras. Já o Parque Shopping Maia oferece uma pulseira exclusiva, que leva cristais Swarovski, a partir de R$ 450 em compras.

Há também campanhas de engajamento solidário, como a “Abrace uma história”, promovida pelo Suzano Shopping. O cliente que deseja participar escolhe uma carta de natal escrita por um morador de asilos locais e volta para entregar o presente no mall. Já a “Árvore Solidária” do Shopping Bonsucesso segue o mesmo raciocínio, mas as presenteadas são crianças. Esses tipos de campanha mostram-se benéficas em diversos aspectos, pois mostram que os shoppings estão sensíveis às pautas locais e usam sua influência para melhorar a vida das pessoas.

O lojista pode criar ações paralelas para se valer do relacionamento criado pelas campanhas dos seus shoppings e realizar algo mais específico, como a distribuição de vouchers de desconto e promoções que dependam do retorno do cliente à loja. São ações que não demandam treinamento complexo para a equipe e podem ser incluídas na rotina da loja com sucesso.

 

(*) Os detalhes de cada promoção deverão ser consultados nos regulamentos dos respectivos shopping centers.