buscar

Com posicionamento pet friendly, shoppings conquistam clientes

Atualizado em: 01/10/2018

O segmento de produtos e serviços para pets continua mantendo um forte ritmo de expansão e deve fechar o ano com um crescimento de vendas próximo a 10%, algo em torno de R$ 20,7 bilhões. Para que se tenha uma ideia do que isso significa, em 2017 o varejo como um todo cresceu apenas 2,2%. Se a previsão para 2018 for confirmada, o Brasil se tornará o segundo país do mundo em vendas de produtos para pets, atrás apenas dos EUA.

O maior alavancador desse crescimento é a relação de amor entre o pet e seu tutor. Hoje, 75% dos brasileiros têm pelo menos um animal de estimação e a humanização dos pets faz com que o brasileiro compre rações de boa qualidade, leve ao pet shop com mais frequência e aumente a compra de acessórios, como coleiras e roupas. E, se o animal de estimação vira um membro da família, nada mais natural que acompanhe seus membros nos passeios e visitas aos shoppings.

Atentos a esse movimento, os empreendimentos da General Shopping e Outlets do Brasil estão preparados para receber os pets nos malls e, com isso, garantir que tanto os clientes humanos quanto seus acompanhantes caninos tenham uma boa experiência. Em todos os empreendimentos do grupo, incluindo os Outlets, os pets podem frequentar o mall, desde que estejam com coleira curta. E, no caso dos cães de raças consideradas agressivas, também com focinheira. Eles podem circular em todos os corredores, mas não na praça de alimentação.

O próximo passo dos empreendimentos da General Shopping e Outlets é ampliar a estrutura de apoio aos pets, com a instalação de bebedouros, postos com saquinhos para descarte de fezes e até mesmo carrinhos para os cachorrinhos. Afinal, se os membros humanos das famílias encontram uma estrutura totalmente preparada para atendê-los, cada vez mais eles esperam a mesma coisa para seus “filhos” caninos. Tudo para conquistar o cliente e permitir que ele tenha a melhor experiência possível ao visitar o shopping center.