buscar

Saiba como gerenciar bem o estoque da loja

Atualizado em: 14/07/2019

 

 

A gestão de estoques é um dos pontos mais importantes para o bom desempenho de uma loja. Por um lado, a falta de produtos representa vendas perdidas: um estudo da Universidade Martins de Varejo indica que o varejo poderia faturar de 5% a 10% mais se tivesse o produto na gôndola na hora certa. Por outro lado, o excesso de produtos gera a necessidade de demarcações e, em casos mais graves, descarte de itens fora do prazo de validade. Para que se tenha uma ideia do tamanho desse problema, em 2018 as chamadas quebras operacionais somaram R$ 7,74 bilhões, ou 36% do total de R$ 21,5 bilhões em perdas do varejo, segundo estudo da Abrappe – Associação Brasileira de Prevenção de Perdas.

Se pouco estoque é ruim e o excesso também não é bom, o ideal é ter a quantidade justa de produtos. Nem mais, nem menos. O que é preciso fazer, então, para gerenciar bem o estoque de uma loja?

 

Mantenha um controle constante

O primeiro passo para evitar problemas com falta ou excesso de estoque é saber exatamente quais são os itens armazenados e  a quantidade deles tanto no depósito quanto no ponto de venda,. O uso de um sistema de gestão do PDV permite lançar a quantidade de cada produto e debitar cada item vendido.

 

Treine as equipes

Tecnologia ajuda, mas o fator humano é essencial. A prática de digitar o código de outro produto quando o código demora a ser escaneado (ou quando não se encontra o código correto no sistema) pode resolver a questão imediata de registrar o valor da venda, mas causa um descasamento no controle do estoque. Quando repetida ao longo do tempo, essa prática faz com que surja um “estoque fantasma”: o sistema informa que existem X unidades de um produto, mas ele não está disponível na realidade. Por outro lado, outro item estará em teoria esgotado, mas ainda existem estoques físicos disponíveis.

 

Calcule o estoque de segurança

Para evitar rupturas, é preciso contar com um estoque de segurança, que será capaz de atender as vendas pelo período necessário para que o fornecedor faça a reposição. O cálculo é feito da seguinte forma:

 

Estoque de segurança = prazo médio de entrega do fornecedor X número médio de itens vendidos por dia

 

Assim, se você sabe que uma calça jeans slim preta tamanho P demora 5 dias para ser entregue pelo fornecedor e a loja vende em média 3 unidades do produto por dia, quando o estoque chegar a 15 unidades você precisará fazer um novo pedido. Tome um cuidado extra, porém, com produtos que têm demanda instável ou são afetados por fatores sazonais, pois seu comportamento é menos previsível.

 

Reduza as perdas

Adotar técnicas de prevenção de perdas é importante para controlar melhor o estoque e evitar prejuízos. Nesse caso, a prática faz o monge: atitudes diárias da equipe, como registrar todas as vendas, contar o estoque diariamente, coibir furtos e evitar que itens estraguem (quebrem, rasguem, etc), geram grandes resultados no longo prazo.