buscar

6 dicas que estimulam o interesse dos clientes no PDV

Atualizado em: 02/12/2018

 

 

Com a crescente exigência dos consumidores, somada às facilidades oferecidas pelo mercado online, os PDVs precisam constantemente se recriar para continuar atraindo pessoas. Hoje, a palavra de ordem é experiência do cliente e ela vem atrelada a muita expectativa, mesmo nos menores negócios. Por isso, é preciso estar atento a todos os detalhes.

Felizmente, o assunto tem sido muito discutido e as soluções propostas atendem a diversos segmentos e perfis de lojistas. Para saber qual a alternativa é mais adequada a cada negócio é preciso levar em consideração o perfil do público de cada produto, bem como o perfil dos frequentadores do shopping center. Com isso é possível trabalhar de modo assertivo, dando vazão a uma estratégia eficiente e investimentos mais precisos.

O cartão de visita de uma loja, sem dúvida, é a vitrine. Há um bom tempo ela deixou de ser mera expositora de produtos e passou a ser um convite a uma experiência. A vitrine tem a função de atrair o olhar, gerar simpatia, interesse e projeção.

Descubra e alguns erros que prejudicam sua vitrine:

Vendedores logo na porta da loja podem espantar possíveis compradores. O mesmo acontece com a abordagem enquanto a pessoa está diante da vitrine. Fazendo um paralelo, isso representa um pop-up humano e ninguém gosta.  A entrada deve estar livre para que seja possível visualizar o que há dentro da loja. O vendedor atento abordará o cliente quando ele já estiver investigando produtos. Basta apresentar-se, colocar-se à disposição e manter-se vigilante às necessidades do cliente. Veja aqui como aumentar a produtividade dos vendedores.

Manter a loja organizada parece um princípio básico, mas pode se tornar um problema em lojas com muitos produtos ou movimento. Escale sua equipe para se revezar na organização dos produtos quando houver pouco movimento e a gerir essa organização nos momentos de pico. É importante lembrar que a agilidade do vendedor faz parte da experiência positiva no PDV, portanto a organização está intimamente ligada à eficiência no atendimento. Conheça três segredos sobre visual merchandising que você precisa saber.

Caso faça parte da identidade de marca ter música ambiente na loja, preocupe-se com a altura do som. Possíveis clientes podem abreviar sua permanência na loja caso se sintam incomodados pelo barulho. Veja seis dicas para usar bem a música no ambiente da loja.

Procure projetar um ambiente em que os clientes e os vendedores consigam se movimentar de maneira livre e seus produtos possam ser visualizados e desejados. Um ambiente “amontoado”, com muitas referências, não ajuda a vender mais. Pelo contrário. O economista e psicólogo Barry Schwartz escreveu um livro chamado “O Paradoxo da Escolha – Por que menos é mais?”, no qual descreve o sofrimento de escolher diante de muitas opções, fazendo com que, muitas vezes, o indivíduo se canse e não escolha nada.

Por fim, procure mimar seus clientes dentro da sua margem de investimento. Existem muitas alternativas que podem ser muito bem recebidas por quem deseja comprar com você e que não oneram seu caixa. Pode ser água, café, wi-fi, mobiliário confortável e bonito. Mas lembre-se: ofereça uma experiência de ótima qualidade.