buscar

Use tecnologia e melhore o relacionamento com o cliente no PDV

Atualizado em: 15/04/2019

 

 

O uso de Analytics vem crescendo no varejo como uma forma de entender o comportamento dos clientes dentro e fora da loja. Ele permite aliar intuição com dados reais para entender o que realmente acontece no PDV e, assim, tomar decisões rápidas com base em informações efetivas.

Além do uso de câmeras, é possível adotar vários outros sistemas que permitem que a loja obtenha informações para entender melhor seus clientes. Com a existência de centenas de startups oferecendo soluções em sistema de locação mensal, os custos para testar essas tecnologias passam a ser acessíveis a lojistas de todos os portes. Entre os recursos que podem ser utilizados estão:

 

Internet das Coisas (IoT)

Internet das Coisas é um termo “guarda-chuva” que reúne uma série de tecnologias embarcadas em objetos e que se comunicam via Internet com outros objetos e com os usuários. O Gartner Group estima que até 2020 metade dos modelos de negócios, em todo o mundo, irão utilizar algum elemento de Internet das Coisas. Hoje, já são mais de 8,4 bilhões de objetos com IoT, mostrando que a tecnologia está mais presente no dia a dia do que imaginamos.

Aplicações: identificação das hot zones (áreas quentes) da loja, por onde passam mais clientes; interação com os clientes por meio de telas (o cliente retira um produto da prateleira e um vídeo sobre aquele produto passa a ser exibido em um monitor), identificação de itens próximos do vencimento.

 

RFID

A identificação por radiofrequência é uma tecnologia que simplifica o controle de estoques e o gerenciamento do fluxo de produtos. Assim, é possível saber se um determinado produto está na área de estoque, no piso de loja ou no depósito central. É um recurso importante para, por exemplo, fazer com que a equipe encontre mais rapidamente aquele sapato vermelho tamanho 37 que a cliente deseja.

 

Beacons

É uma tecnologia que esteve na moda há dois ou três anos, com a promessa de revolucionar o marketing do varejo. Os beacons saíram rapidamente de moda, muito mais por aspectos relacionados à construção de conteúdo a ser apresentado aos clientes do que pela viabilidade tecnológica. Resumidamente, os beacons são dispositivos de localização via bluetooth que podem interagir com os celulares para coletar e entregar informações aos consumidores. Uma vantagem dessa tecnologia é identificar, com grande precisão, o percurso que os clientes fazem nas lojas, o que permite identificar as áreas mais visitadas pelos consumidores e os produtos mais vistos. Com a tendência de transformar os PDVs também em pontos de mídia, saber quais os espaços mais valorizados da loja ajuda a aumentar seu faturamento com publicidade.

 

Compreender melhor o comportamento do consumidor no ponto de vendas faz com que as marcas entendam os fatores que favorecem ou impedem o fechamento das vendas. O uso de tecnologias no PDV se reverte na maior disponibilidade de produtos para os clientes, na redução das falhas operacionais e, com isso, em melhores resultados para os lojistas.